quinta-feira, maio 24, 2012

pinguins

Recebemos da  APVNCNAMMMN, um comunicado oficial que passamos a transcrever:

A  APVNCNAMMMN - Associação Pela Vida Normal Cuja Normalidade é Aquela que é Mesmo, Mesmo, Mesmo Normal, vem por este meio indignar-se e contestar a anunciada decisão do Jardim Zoológico de Madrid de dar um ovo a dois pinguins gays para o chocarem.
Os jardins zoológicos são visitados por crianças e, assim, está-se a dar um exemplo terrível às novas gerações do que pode ser uma estrutura familiar equilibrada. O normal é cada pinguim ter um pai pinguim e uma mãe pinguim. Não ter dois pais pinguins, como neste caso o são o Inca e o Rayas.
A  APVNCNAMMMN propõe assim que tanto um como o outro pinguim sejam sujeitos a uma terapêutica anti-homossexual, que passará pela separação de ambos e pelo fornecimento de revistas com pinguins fêmeas nuas a cada um, e não venham com a história de que nesse zoo já há pinguins fêmeas nuas, porque nós sabemos isso muito bem. Sabemos também é que é muito mais excitante vê-las em revistas. O nosso presidente, por exemplo, que por acaso até sou eu, também prefere revistas de nudez do que a nudez em si. Por isso é que compra revistas de animais todas as semanas, principalmente de coelhos.
Mas o que é mesmo importante é proteger as crianças, por isso exigimos que o ovo seja entregue ao casal de pinguins Marta e Filipe, aquele cujo pinguim macho está sempre a dar bicadas e pauladas na fêmea. Aliás, até pode ser que lhes faça bem ter um pinguim pequenino para criar.

Pela  APVNCNAMMMN,
Artur Serôdio
o presidente

2 comentários:

Olga disse...

Epá mas essa doença já chegou aos pinguins? Não fazia ideia...coitados! Espero que essa coisa...a terapeutica...dê resultado! ;)

Bagaço Amarelo disse...

olga, dizem que até aos caracóis já chegou... :)