sexta-feira, maio 20, 2011

deprimir nas lojas chinesas

Há poucos sítios melhores para deprimir do que uma megastore chinesa. Eu, quando a vida me sorri e me sinto feliz, vou deprimir para uma loja dessas que está a menos de cem metros de minha casa. É um armazém gigante cheio de inutilidades de plástico a preços de inutilidades de plástico, ou seja, entre os dez cêntimos e os duzentos e quarenta e nove euros e noventa e nove cêntimos.
A felicidade faz-nos ter noção de nós enquanto indivíduos, faz-nos perceber a essência que transborda da nossa existência. Estamos sempre mais ou menos felizes do que os outros, e isso marca a ferro em brasa os momentos da nossa vida. A loja chinesa devolve-nos à lógica democrática do materialismo marxista ou, se preferirem, maoísta-marxista. Nela, ganhamos a noção de que o nosso corpo é composto da matéria do mundo, aquela que nos permite respirar e que também compõe uma bandeira portuguesa com pagodes em vez de torres.
Esse é, aliás, apenas o princípio da magia de qualquer megastore chinesa. A mim fascinam-me, por exemplo, as cuecas vermelhas de renda com imagens pirata da Hello Kitty, os galos de Barcelos com olhos em bico e os passarinhos em miniatura que chilreiam em pequenas e coloridas gaiolas de plástico. Fomos nós, indivíduos da espécie humana, que sentimos a necessidade de produzir esses mistérios do intelecto. O meu cão, por exemplo, farta-se de olhar para uma gaiola dessas que comprei num momento de felicidade desesperada, com um ar profundamente interrogativo como se não percebesse porque é que nós, seres superiores e dominantes, produzimos chinesices. Não lhe explico, é só um cão e nunca ia entender.

2 comentários:

**Lili** disse...

A dada altura pensei que irias mencionar as cuecas de fio dental com pompons.. Essas sim fazem o dia de qualquer um feliz.. entro la, vejo aquilo, sorrio, e penso "Isto seria o fim de qualquer relação que se preze" e penso sempre em comprar para, qui ça, contrariar o meu próprio pensamento.. mas viro-me e saio :)

bagaco amarelo disse...

lili, essa não refiro porque não compro. já experimentei e fui trocar por outras com o homem-aranha. :)