sexta-feira, abril 01, 2011

Portugal dos Pequeninos poderá ter que pedir ajuda financeira externa ao Kidzania

A discussão é grande no Portugal dos Pequeninos, dada a crise Económica em que se encontra depois da direcção ter enterrado todo o dinheiro das entradas em jogos do Monopólio. Teixeirinha dos Diabos, o tesoureiro daquele parque infantil, explicou-nos que a estratégia passava por transformar os Euros de que dispunha em notas de monopólio, o que parecia ser um excelente negócio já que as notas que vêm em cada caixa daquele jogo são muitas. O problema foi que, com o tempo, se verificou que apesar de serem muitas elas não valem assim tanto.
O mesmo Teixerinha dos Diabos apresentou agora um Plano de Estabilidade e Crescimento do Portugal dos Pequeninos que promete resolver a situação. Basicamente o que vai acontecer, segundo o que conseguimos perceber, é que os funcionários vão ser todos despedidos com excepção da empregada de limpeza, que passa também a ser cozinheira, caixa, palhaço, médica de serviço e vendedora de gelados, enquanto o seu salário passa a ser pago com as notas de monopólio em excesso.
Pedrinho Lebre já contestou este PEC porque, segundo o mesmo, não vai suficientemente longe. Na sua opinião a empregada de limpeza nem em notas de monopólio devia receber, já que as mesmas podem ajudar a cortar nos custos de manutenção substituindo o papel higiénico das crianças visitantes. Ao mesmo tempo, Pedrino Lebre defende um pedido de ajuda externa ao Kidzania, no valor mínimo de 75 mil milhões de KidZos.

2 comentários:

C disse...

:)
Acaba um PECado, compra-se outro. E como no monopólio, o caminho parece andar em círculos.... o jogo deste Diabo e desta Lebre.

bagaco amarelo disse...

c, :)