sexta-feira, março 11, 2011

vaga de violência contra ratinhos em Nova Iorque

nova-iorquino põe-se em fuga após atropelar ratinho


Uma nova-iorquina pôs-se em fuga depois de atropelar um ratinho cinzento na quinta avenida. A Caganita sabe o FBI desencadeou imediatamente uma gigantesca investigação para apanhar o culpado, através de análises à tinta  que o carro deixou no cadáver do animal e de investigações ao dna de um pêlo público deixado pelo criminoso no local de crime.
A principal suspeita é Monique Smith e, se se provar a sua culpabilidade, é a segunda vez que faz algo do género, já que a mesma arrisca uma pena de dois anos e uma multa de 500 mil dólares (3600 euros segundo o JN, lol) por ter assassinado, de forma violenta, um hamster a sangue frio.
Monique Smith é já considerada uma psicopata pelos especialistas da polícia americana, e está a ser interrogada por um psiquiatra para perceber se a mesma estava consciente na altura em que os factos ocorreram. Um agente do FBI disse mesmo, em tom de desabafo, que a criminalidade nos Estados Unidos da América está a passar dos limites, e revelou mesmo números assustadores. Naquele país morre em média um ratinho por mês, vítima de maus tratos ou outro tipo de abusos.

Sem comentários: