quinta-feira, fevereiro 03, 2011

viagem do papa financiada por fundos da ajuda aos países pobres

A visita de quatro dias de Bento XVI ao Reino Unido, no ano passado, custou cerca de 11 milhões de euros aos contribuintes britânicos e foi parcialmente (2,2 milhões de euros) financiada por fundos públicos de ajuda ao desenvolvimento de países pobres.
O Governo Britânico já explicou que a utilização desse dinheiro é "um reconhecimento do papel da igreja católica como um contribuidor importante nos serviços de saúde e educação dos países em vias de desenvolvimento".
Um porta-voz do Vaticano já disse que, de facto, a igreja católica tem tido um papel importantíssimo na ajuda aos países pobres. "Ainda a semana passada comprámos alguns pacotes de bolachas Maria que enviámos para alguns países pobres dos quais não me lembro agora muito bem do nome", concluiu.
Já o próprio Bento XVI alertou para a necessidade da necessidade de continuar a ajudar os países pobres, e que para que isso aconteça é preciso que esses países continuem a ser pobres. "Senão vamos ajudar quem?" Perguntou.

2 comentários:

Paula disse...

é preciso que os países continuem pobres???????...cambada de hipócritas!! fico enojada!

bagaco amarelo disse...

paula, :)