segunda-feira, fevereiro 14, 2011

Pedro Passos Coelho e José Sócrates zangam-se no Dia dos Namorados

É inédito. A Caganita descobriu que Pedro Passos Coelho e José Sócrates zangaram-se hoje de manhã, dia Dia dos Namorados. Numa conversa moderada pela Caganita, José Sócrates suspirou várias vezes acusando Pedro Passos Coelho de não estar naquela relação a sério e só o querer para sexo. "Então e o Amor?" Perguntou. Pedro Passos Coelho respondeu imediatamente que o ama, mas que precisa do seu espaço e que com Sócrates às vezes se sente preso de movimentos.
Durante a conversa chegaram mesmo a dar as mãos e quase um beijinho, mas Sócrates recuou na hora H, cruzou os braços e disse: "Tens que decidir agora se votas contra ou a favor a moção de Censura. Agora, não é amanhã!". Pedro cruzou também os braços e explicou: "Vêem?! Lá está ele a pressionar-me. É muito Amor e assim não pode ser. Quando duas pessoas se amam devem confiar uma na outra e não pressionar desta maneira".
Estamos, no entanto, em condições de afirmar que, ao que conseguimos apurar, tudo não passou apenas dum pequeno desentendimento. Quando ambos saíram da nossa redacção, foram visto aos abraços e a beliscarem o rabo um do outro entre sorrisinhos. Pareceu mesmo que estavam até a combinar um encontro de tango para esta noite.

2 comentários:

Larose disse...

JÁ TENS UMAS FÃS AQQUI NO MEU TRABALHO...... A LEITURA DESTE BLOG É DESOPILANTE

bagaco amarelo disse...

larose, é como escrevê-lo. desopila-me. :)