terça-feira, janeiro 25, 2011

trabalhadores poderão ter que indemnizar patrões quando forem despedidos

Helena André, Ministra do Trabalho, propôs ontem aos parceiros sociais uma redução nas indemnizações a pagar aos trabalhadores por despedimento (passarão a ter por base 20 dias de salário por cada ano de antiguidade contra os actuais 30, e a imposição de um tecto máximo de 12 anos).
A Caganita sabe que a principal barreira nas negociações foi o facto de os representantes das confederações patronais não darem pelo nome de "parceiro social" e, por isso mesmo, não terem ouvido nada da proposta, já que pensavam que ninguém estava a falar com eles. Resolvido esse pequeno problema, com a ajuda de João Proença da UGT que explicou que até ele é um parceiro social, chegou-se rapidamente a um consenso sobre a matéria discutida.
Já à porta de saída, a Caganita ouviu ainda Helena André sobre o que pensa que deve ser o futuro das indemnizações pagas aos trabalhadores despedidos. "Cada vez que um trabalhador for despedido pode ter que indemnizar o patrão até dois meses de salário por cada ano de exploração a que foi sujeito, até porque o patrão podia ter a expectativa de o querer explorar mais tempo", disse.

4 comentários:

jakim disse...

Eu até me paré-se que se o tarbalhador for despdido devria devolver a caza e o carro que intertanto andou a comprar cu dinheiro do partrão.

bagaco amarelo disse...

jakim, mas assim o patrão ficava cheio de hipotecas, coitado... :)

Larose disse...

a brinca que o digas ..........

bagaco amarelo disse...

larose, há quem o pense a sério, de certeza. :)