sábado, dezembro 18, 2010

os americanos ganham aos russos

Agora a sério, pá. Eu gostava era de ver um touro tauromáquico a lutar contra um leão africano. É que os leões têm a mania mas aposto que o leão perdia. Isso era certinho. O touro mandava-lhe com os cornos e o leão fugia logo. Aliás, eu acho que os leões só têm mesmo mania, porque na prática não passam de gatinhos grandes que já deviam ter ido ao barbeiro. Lembram-me um bocado os russos, não estes de agora mas aqueles de antigamente, os que andavam sempre a defender um gajo qualquer de bigode. Esses russos também tinham a mania de falar muito mas os americanos, se quisessem, ganhavam-lhes as lutas todas.
Eu tenho a certeza que os americanos têm aviões muito melhores que os russos. O meu primo Jack vive nos States e contou-me que eles têm aviões tão rápidos que andam mais depressa que o som, mesmo quando nós falamos muito depressa, disse ele. Eu cá acredito. Agora, claro, também depende daquilo que dizemos. Se eu disser só a palavra "olá" é óbvio que vou ser mais rápido que os aviões americanos, mas isso é batotice. Agora, se eu ler um texto dum escritor muito conhecido, daqueles que escrevem livros grandes sem desenhos, de certeza que o avião americano vai ser muito mais rápido. Vai uma aposta? Aquilo é uma bolina do caraças, pá.
E eu estou aqui a falar disto e nem sequer referi o Johnny, que é outro  primo meu que vive nos States e que lá pratica karaté. Ele disse-me uma vez que os aviões americanos são mais rápidos que o próprio karaté que lá se faz. E olhem que não é brincadeira nenhuma. Por exemplo, o Johnny ganha a todos os que praticam Judo e Wrestling. Ah! pois é. Ele é muito bom rapaz mas ninguém se meta com ele, que ele zá trás pás e já nem sabes de que terra és. Estou a avisar. Se não fosse eu...

Sem comentários: